Mercedes-Benz A200 – Nova tecnologia de peças para Mercedes, trazendo o melhor conforto

O novo Classe “A” muda a filosofia de vida e mostra que Mercedes não é carro de coroa.

Esqueça aquele Classe A (codinome W168) que capotou no teste do alce e no mercado brasileiro, quando se tentou vender um Mercedes-Benz “quase popular” fabricado em Juiz de Fora (MG). Da geração seguinte do carrinho  (W169), você provavelmente nem se lembra: poucos exemplares chegaram ao Brasil importados da Alemanha. Agora estamos frente a frente com um Classe A que resolveu mudar a filosofia de vida. Deixou de ser um acanhado monovolume, ganhou músculos e quer comprar briga com o Audi A3 e BMW Série 1. É uma bela tentativa de rejuvenescer a imagem da marca alemã.

Na medida do Série 1

O único ponto comum com os antigos Classe A é o uso de motor transversal e tração dianteira. O W176 (este é o nome-código do novo Mercedes) é um hatch de carroceria baixa e muita sugestão esportiva. Comparado a seu avô produzido em Minas Gerais, tem 71 cm a mais de comprimento e 16 cm a menos de altura. A plataforma vem do atual Classe B europeu e inclui suspensão multibraços na traseira. A mesma também será usada em um sedã (a ser apresentado em Genebra 2013), em uma pequeno utilitário e numa perua.

Ainda está por ser decidido quais versões chegarão ao Brasil. A “básica” provavelmente será a A 200, a qual iniciamos a avaliação. A posição do volante é absolutamente perfeita, bem vertical e com amplas opções de ajuste. O banco do motorista abraça e ten regulagem elétrica, por meio daquele botõezinhos na porta que já são tradicionais na Mercedes. É um veículo importado para quatro pessoas, no máximo, já que o túnel central do assoalho é bem alto (promessa de uma nova versão com tração integral).

No acabamento, nada de simplicidade. A parte superior do painel é coberta com um material semelhante a couro, enquanto a faixa central é de plástico claro, com excelentes aparência e textura. Os instrumentos tem escala prateada e fundo preto, simulando uma bandeira quadriculada com elegância e discrição. É a ênfase na esportividade, outra vez.

É preciso se acostumar com o freio de estacionamento com (dispensável) acionamento elétrico, localizado ao extremo esquerdo do painel. Ao mudar de faixas sem dar seta, o motorista sente soquinhos de alerta no volante. Ainda por conta da segurança, todos os novos Classe A tem um dispositivo que alerta para proximidade do carro da frente e emite sinais sonoros 2,6 s antes de uma batida iminente. Nesses tempos ecologicamente corretos, o sistema start/stop ajuda a reduzir o consumo e emissões de CO².

Também por conta da eficiência, todos os Classe A tem turbocompressor. Com seus 1.595 cm³, a versão A 200 rende 156 cavalos. Dito assim, parece ótimo para um hatch de médio porte. O problema é que o motor mostra certo turbolag e demora a acordar – deu até saudade daquele ânimo inicial do 1.6 THP usado pela Peugeot, Citroën, Mini e BMW.

Em resumo: com 1.370 kg, o A 200 não chega a ser lerdo, mas fica devendo toda a esportividade que seu desenho promete.

A parte boa que no meio do caminho havia uma serrinha sinuosa e, aí, o nome Classe A mostra o encanto de sua direção muito direto, com assistência eletromecânica na medida certa. Nas curvas ele é perfeito. Curiosamente, esse hatch de tração dianteira parece menos subesterçante do que a maioria dos Mercedes com tração traseira …

Na parada para almoço, os engenheiros da Mercedes tentaram mastigar para os jornalistas coroas outras bossa do novo modelo. É o sistema que permite conectar iPhone a um cabo no porta-luvas e, por meio de uma tela no painel, usar aplicativos do iTunes, entrar no Facebook e Twitter.

Entre outras gracinhas, o carro pode conversar com os amigos de seu dono, informando, por meio de mensagens automáticas, onde está e quanto tempo demora a chegar no destino … Também toca músicas armazenadas no iPhone.  São milhares de artifícios para agradar aos jovens que usarão um Mercedes pela primeira vez – ao menos ocupando o bando do motorista.

Fotos e imagens do Mercedes-Benz A200

[nggallery id=5]

Vamos para o 180 km/h?

O motor de 1.991 cm³ rende 210 cavalos e as coisas começam a ficar bem interessantes. As respostas são prontas e  ainda temos a colaboração do câmbio automatizado 7G-DCT, de sete marchas e duas embreagens. Deverá ser essa versão top de linha para o Brasil.

O seletor de câmbio é uma alavanca na coluna de direção  ( não confunda com a alavanca do limpador de para-brisa). Quer economia ? Ponha em drive e cruze a 100 km/h em sétima marcha, com o ponteiro do conta-giros nas 1.700 rpm. Quer diversão? Deixe de ser bonzinho e use o modo manual, por meio de alertas atrás do volante. Banco baixo, ótimo volante, direção rápida, suspensão perfeita, motor com um forte sopro de vida, segurança eletrônica completa. É carro pra manter os  180 km/h com total equilíbrio.

Veículos rivais

O veículo Mercedes Benz A200 veio para entrar de vez na concorrência dos modelos Audi A3 e BMW Série 1. É um carro que foi inaugurado em setembro no Salão de Paris, e provavelmente chegará ao Brasil em Junho de 2013.

Especificações

 Em números:

  • PREÇO ESTIMADO: R$100,000,00
  • MOTOR: Dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 1.6, 16V, gasolina
  • POTÊNCIA: 156 cavalos a 5.000 rpm
  • TORQUE: 25,5 mkgf entre 1.250 rpm a 4.000 rpm
  • TRANSMISSÃO: Automatizado de dupla embreagem, 7 marchas , tração dianteira
  • SUSPENSÃO (D/T): Independente, McPherson / multibraços
  • FREIO (D/T): Discos ventilados / discos sólidos
  • RODAS E PNEUS: 205/55 R16
  • DIMENSÕES: 4,26 m (comprimento) / 2,69 m (entre-eixos) / 1,43 m (altura) / 1,78 m (largura)
  • PESO: 1.370 kg
  • PORTA-MALAS: 341 litros
  • TANQUE: 50 litros

Quem lembra daquele antigo modelo do Mercedes Classe A?

A evolução do modelo de um veículo é simplesmente empolgante. Para quem lembra do 1º Mercedes Benz Classe A, era um veículo com um estilo bem família, também muito voltado para as mulheres, e que hoje ainda circulam por aí, nas ruas das capitais e dos municípios. Este veículo é um carro que com o passar do tempo, foi perdendo aquele estilo “família” ou “casual”, e foi ganhando um design um pouco mais esporte e sofisticado. É um modelo que ganhou características muito fortes de uns tempo pra cá, e que hoje vem sendo um alvo de muitos dos fãs da Mercedes Benz no Brasil e no mundo.

Abaixo, você pode ver o modelo do 1º Mercedes Classe A:

peças para mercedes

Video Mercedes-Benz A200

Veja este vídeo que retrata um pouco mais sobre este novo modelo da Mercedes, que mostra detalhadamente sobre o veículo, seus detalhes e acabamentos. Confira:

Peças para Mercedes? Então seu lugar é na Raja!

Precisa de peças para a manutenção do seu veículo importado da Mercedes-Benz, então o local para adquirir peças de qualidade e sem complicações é na Raja Auto Peças, a vendedora de peças para automóveis importados em Belo Horizonte. Lá você terá o melhor atendimento, com tranquilidade e segurança. Peças para Mercedes é na Raja Auto Peças.

 .